Tipos de café e como utilizar essa bebida para diferenciar seu negócio da concorrência

Você tem uma padaria ou confeitaria? Então, o cafezinho é uma bebida indispensável para oferecer junto com seus produtos, certo? Não é esse o caso? Calma. Não precisa ir embora! Outros negócios de food service – como lanchonetes, pastelarias e outros tipos de restaurantes – também podem (e devem!) aproveitar o potencial do café para se destacar e atrair mais clientes.

Quer saber como? Este artigo é para você! 

Leia e aprenda:

  • Quais são os diferentes tipos de café e suas classificações;
  • As diferenças em relação à origem dos grãos e aos métodos de moagem e torra;
  • Quais são as maneiras de preparar e servir café;
  • Dicas para vender café e usar essa bebida como forma de atrair e conquistar mais clientes. 

 

Vamos lá?!

Tipos de café: tradicional, superior, gourmet e especial

Você já ouviu falar em cafés especiais? E nos cafés gourmet

Acredite: entender essa diferenciação é muito importante para os donos de estabelecimento que comercializam essa bebida. Afinal, só assim você poderá oferecer bons cafés aos seus clientes.

Para começar… 

As variações nas classificações de café dependem da qualidade e da integridade dos grãos. Isso porque alguns cafés utilizam apenas grãos totalmente intactos, enquanto outros incluem também grãos com alguns defeitos.

Tipos de café – com defeito e sem defeito
Imagem: Grão Gourmet

Assim, quanto maior a presença de grãos sem defeitos, mais alta é a categoria do café – e, claro, isso acaba interferindo no sabor e no aroma da bebida 

A Associação Brasileira da Indústria de Café (ABIC) e a Associação Brasileira de Cafés Especiais (BSCA) são as entidades responsáveis pela classificação dessas bebidas, atribuindo notas de acordo com o nível de presença de grãos danificados no blend (mistura).

Então, de acordo com essa questão, existem quatro tipos de café:

Tipos de café: Café Tradicional 

Os cafés tradicionais podem ter até 20% de grãos com defeitos em seu blend.

De acordo com a avaliação da ABIC, esses cafés podem ainda ser diferenciados como “forte” ou “extraforte”.

Tipos de café: Café Superior

Para entrar nessa categoria, o café precisa ter apenas 10% de presença de grãos defeituosos. 

Tipos de café: Café Gourmet

São blends que não pos3suem grãos danificados. Além disso, para ser considerado um café gourmet, o produto deve ser 100% composto de um tipo de grão chamado Café Arábica (falaremos mais sobre isso a seguir).

Tipos de café: Café Especial

Além de serem 100% compostos de grãos sem defeitos, os cafés especiais devem ter rastreabilidade certificada e respeitar critérios de sustentabilidade ambiental, econômica e social em todas as etapas de produção. 

Tipos de cafés: espécies dos grãos

Tipos de cafés – Espécies dos grãos

Você já notou que em algumas embalagens de café está escrito “100% Arábica”? Você sabe o que isso significa? 

Essa nomenclatura refere-se à espécie dos grãos de café utilizados naquele produto.

As duas espécies de café mais comercializadas para consumo são:

Café Arábica (Coffea arabica) – origem: Etiópia

É a espécie de grãos utilizada para a fabricação de cafés gourmet e especiais. A bebida feita a partir desses grãos é considerada nobre por sua complexidade de aroma e sabor (doçura e acidez). 

Café Robusta (Coffea canephora) – origem: Congo e Guiné

Esse é um grão um pouco mais amargo, e é utilizado na composição de blends. Além disso, por possuir mais substâncias solúveis (açúcares e cafeína), é bastante valorizado pela indústria de café instantâneo. 

Atenção!

➔ Cada espécie tem suas variações. Para conhecer mais a fundo as variedades de grãos comercializados no Brasil e entender suas características, clique aqui e confira as informações da Associação Brasileira de Cafés Especiais.

Tipos de café: Métodos de torra e moagem

Métodos de torra e moagem de café

A torra do café impacta diretamente no sabor da bebida que será servida. Portanto, na hora de escolher o café que vai oferecer em seu negócio, fique atento à essa questão! 

Os principais métodos de torra são:

1) Torra clara

Método em que os grãos são menos torrados e, consequentemente, apresentam menos amargor e mais acidez. Ideal para preparo de espressos.

2) Torra média

Considerada uma “torra equilibrada”, resulta em uma bebida menos ácida e mais encorpada. Grãos com essa torra são mais utilizados no preparo de cafés coados. 

3) Torra escura

Como resultado dessa torra, os grãos desenvolvem aromas distintos – como, por exemplo, de chocolate e caramelo. Possuem baixa acidez e baixo amargor. 

Além da torra, a moagem também pode fazer diferença no sabor do seu cafezinho. Se você adquiriu um café já moído, preste atenção ao tamanho dos granulados do café mais adequados para cada tipo de preparo.

Como alternativa, você pode comprar os grãos inteiros e moer na hora de fazer o café.

Veja o infográfico abaixo e entenda melhor o tipo de moagem ideal para cada método de preparo:

Tipos de café – Guia de moagem
Imagem: Grão Gourmet

 Tipos de café: Formas de preparo

Por fim, vem a parte mais prática da diferenciação entre os vários tipos de cafés que são servidos em cafeterias, padarias e outros negócios de food service.

A forma de preparar o café pode variar de acordo com:

– O tipo de equipamento utilizado – a imagem acima mostra alguns utensílios e equipamentos.
– O acompanhamento e a montagem do café – se é quente ou gelado; se é puro, com leite, com açúcar, com chocolate e até com bebida alcoólica.

O café espresso, por exemplo, só pode ser obtido por meio de uma máquina especial. Já o café coado (ou passado) pode ser feito com filtro de papel ou de pano ou ainda ser feito em máquinas automáticas.

Quer saber mais sobre como utilizar os diferentes utensílios para preparar café? Recomendamos que assista aos vídeos abaixo, do Museu do Café:

– Para entender melhor os métodos Chemex, Prensa francesa e Kalita, clique aqui.
– Conheça os métodos Ibrik, Hario V60 e Clever clicando aqui.
– Quer saber mais sobre os métodos Sifão, Cafeteria Moka e Máquina de espresso? Clique aqui. 

➔ E ainda, aprenda mais instruções detalhadas sobre os métodos de preparo neste infográfico.

Mas o café, por si só, é apenas a base para uma série de bebidas que podem ser desenvolvidas. A partir do café em sua forma mais básica, você pode criar diferentes variedades de tipos de café para oferecer em seu estabelecimento. Conheça alguns deles:

Diferentes tipos de café
Imagem: Mexido de Ideias

E esse é só o começo!

Você pode usar a imaginação para criar bebidas diferenciadas utilizando o café como base. Com certeza isso chamará a atenção dos seus clientes.

4 dicas para vender café e usar essa bebida como um diferencial do seu estabelecimento 

Agora que você já conhece melhor o universo dos cafés e as possibilidades que essa bebida oferece, está na hora de entender como utilizar esse conhecimento para atrair mais clientes!

Aí vão algumas dicas para isso:

Dicas para vender café:
#1 Informe seus diferenciais

Como vender café

Se o seu negócio usa cafés especiais, por exemplo, pode atrair mais pessoas que se interessam por esse tipo de bebida mais gourmet. Para isso, porém, você precisa se preocupar em divulgar os diferenciais do seu café.

Neste sentido, você pode, por exemplo:

– Criar cartazes falando sobre a origem e os tipos de grãos que seu negócio utiliza, e indicando as características da bebida em termos de sabores e aromas. Esses cartazes podem ser fixados nas paredes do seu estabelecimento, usados nas redes sociais, anexados ao cardápio e assim por diante.
– Fazer um vídeo preparando o café especial, em que você dá mais detalhes sobre os grãos utilizados e o método de preparo.

Além disso, outra dica é procurar conteúdo produzido pela própria marca de café que o seu negócio usa para utilizar na sua divulgação.

Um exemplo de material que pode ajudá-lo nesse sentido é este vídeo da 3 Corações (marca que, aliás, você encontra nas lojas Roldão!), em que uma especialista explica o que são cafés especiais de microlotes.

Se você usa esse tipo de café, poderá divulgar esse vídeo (nas suas redes sociais, no seu site ou por e-mail), convidando os clientes a experimentá-lo logo mais. Ou, então, pode se inspirar nesse material para criar o seu próprio vídeo. 

Leia também!

5 dicas de marketing nas redes sociais para bares e rstaurantes

Dicas para vender café:
#2 Crie um menu especial de cafés

Outra maneira interessante de mostrar a variedade de tipos de café oferecida em seu estabelecimento é criando um cardápio especialmente para essa bebida. Sabe como alguns restaurantes oferecem um menu só com as opções de vinhos? Então, você pode fazer o mesmo com seus cafés!

Essa é uma ação interessante porque mostra que o seu estabelecimento se dedicou a escolher diferentes variedades dessa bebida para agradar a todos os gostos. Além disso, esse posicionamento vai chamar a atenção daqueles consumidores que são especialistas em café!

Dicas para vender café:
#3 Venda cafés com acompanhamentos

Quer impulsionar a venda de café em seu estabelecimento? Uma maneira de fazer isso é oferecendo essa bebida junto com algumas opções de alimentos, para ser vendida com um preço especial – no modelo de combos.

Você pode criar esses combos já pensando em combinar determinado café com certo tipo de comida ou ainda oferecer a opção de o cliente escolher o tipo de café para acompanhar sua refeição.

Por exemplo:

– Café com bolo;
– Café com sanduíche;
– Almoço com espresso;
– Café especial com chocolate;
– E assim por diante. 

Dicas para vender café:
#4 Contrate um especialista ou faça um curso na área

Dicas para vender café – Contrate um barista

Por fim, recomendamos que você considere contratar um especialista na escolha e no preparo dos diferentes tipos de café: o barista.

Esse profissional poderá elevar a forma como seu estabelecimento oferece os cafés, atraindo consumidores mais antenados a esse universo.

Como alternativa, também pode avaliar a possibilidade de você mesmo ou algum profissional que já trabalha em seu negócio fazer um curso especial nessa área, para aprender mais sobre a arte de fazer e servir cafés.

A seguir, listamos alguns lugares em que você pode aprender mais sobre cafés:

Museu do Café;
Senac;
Coffee Lab Escola;
Sofá Café;
Academia do Café. 

Agora, é com você!

Utilize as informações e as dicas desse artigo para criar ações estratégicas para vender mais café e tornar essa bebida um diferencial do seu estabelecimento.

Boas vendas!

Informações: Drink Good Coffee; Grão Gourmet; Ponto dos Cafés
Imagens: Envato Elements

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

VEJA TAMBÉM

Cadastre-se e receba conteúdo exclusivo para você, sua casa ou seu negócio.

linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram