7 dicas para quem quer começar a vender chocolate, trufa e bombom

Vender chocolate no Brasil é uma boa pedida! Quer ver alguns dados para entender por quê?

Para começar, o sexto lugar no ranking global de vendas de chocolate é nosso. 😀

Além disso, segundo dados da Associação Brasileira da Indústria de Chocolates, Amendoim e Balas (ABICAB), em 2018, o mercado de chocolate no país faturou cerca de R$ 13 bilhões. De acordo com a entidade, 75% da população brasileira consome chocolate, e a média de consumo por pessoa é de 2,5 quilos por ano.

Não dá para ignorar esses dados, dá?

É verdade que a Páscoa é a época em que esse setor fica mais aquecido. Porém, vender chocolate não é algo lucrativo apenas nesse período. Dia dos Namorados, Natal, Dia das Crianças e aniversários também são ocasiões em que o chocolate é uma das principais escolhas dos consumidores. Além disso, essa é a sobremesa e o snack favorito de muitas pessoas – em qualquer época do ano.

Ou seja, esse é um mercado com muito potencial!

Portanto, se você está pensando em iniciar um negócio no setor de chocolate, pode ter certeza de que estará entrando em um segmento muito aquecido e com grandes oportunidades de ganhos.

Para aumentar as suas chances de êxito nessa jornada, apresentamos a seguir algumas dicas práticas. Leia e entenda o que você deve levar em consideração para ter sucesso ao vender chocolate, trufa, bombom e afins.

Dica #1 para quem quer vender chocolate:
Defina o tipo de operação

Dicas para quem quer começar a vender chocolate, trufa e bombom

Antes de tudo, você precisa definir qual é o tipo de operação em que vai investir. Afinal, essa decisão vai impactar diretamente todas as suas demais escolhas e seu planejamento como um todo. 

Estas são algumas possibilidades:

– Fabricação caseira e venda: sob encomenda, em loja ou pela internet;
– Compra de produtos e revenda em loja;
– Franquia de lojas de chocolates. 

Dica #2 para quem quer vender chocolate:
Avalie a estrutura física e os equipamentos necessários

7 dicas para quem quer vender chocolate

Decidiu comprar produtos prontos e revender? Então, você precisa pensar na estrutura para o estoque desses produtos. Neste sentido, é importante que além de um espaço adequado, você se preocupe em garantir que o local escolhido tenha condições ideais para o armazenamento desses itens.

Optou por vender em uma loja física? Deve planejar a aquisição/o aluguel de um ambiente apropriado para a exposição dos seus produtos, definir o tamanho da equipe, pensar na organização do ambiente e assim por diante.

Está pensando em montar uma fábrica de chocolate? Dentre diversas coisas, precisa avaliar o espaço para a fabricação dos produtos.

Por falar nisso, segundo o Sebrae, uma estrutura básica para produção, armazenamento e venda de chocolate compreende uma área de cerca de 80m², a ser utilizada da seguinte forma:

– Produção

Área de aproximadamente 30m², para acomodar fogões, fornos, geladeiras, pias, armários de utensílios, bancadas e mesas de trabalho. Tudo isso deve ser organizado de forma que permita a livre circulação dos empregados e evitando que o calor dos fogões comprometa o desempenho dos aparelhos de resfriamento/congelamento.

– Depósito de matéria-prima

Deve ser um ambiente seco, arejado e limpo, com espaço suficiente para acomodar os diversos tipos de produtos utilizados na fabricação de chocolates, trufas e bombons. Alguns produtos requerem resfriamento ou congelamento, o que indica a necessidade de ambiente especial para esses equipamentos de estocagem. Essa área demandará um espaço total de aproximadamente 20m².

– Loja de venda no varejo

Deve contar com um espaço mínimo de 30m², onde serão dispostos prateleiras e estantes para organizar os produtos, uma área para o caixa, expositores e assim por diante. Além disso, é preciso desenvolver um layout da loja para promover uma experiência agradável ao cliente. 

Quanto aos equipamentos, isso vai depender do tamanho da sua operação.

Em uma fábrica caseira, alguns processos – como temperagem do chocolate e esfriamento dos produtos, por exemplo – podem ser feitos de maneira manual e com equipamentos usuais de cozinha. Já se for uma operação maior, será necessária a aquisição de máquinas profissionais, tais como: moldadora rotativa, tambor de resfriamento e temperadeira contínua.

Clique aqui e saiba mais sobre as demandas para montar uma fábrica de chocolate.

Leia também!

Guia prático da gestão de estoque de alimentos e bebidas

Dica #3 para quem quer vender chocolate:
Planeje seus investimentos

Dicas para vender chocolate

Seus investimentos vão variar de acordo com o tipo e o tamanho da sua operação. 

Estes são alguns itens que você precisa colocar na ponta do lápis:

– Compra de: máquinas e equipamentos para a produção, utensílios de manipulação e moldagem, matéria-prima e ingredientes necessários, produtos em si (caso decida revender);
– Móveis e equipamentos de cozinha e de escritório;
– Aquisição de embalagens;
– Espaço para produção;
– Espaço para venda – ou desenvolvimento de um site, caso venda na internet;
– Pagamento de funcionários e de fornecedores.

Leia também!

O que levar em conta para realizar compras eficientes em fornecedores de alimentos

Dica #4 para quem quer vender chocolate:
Estude o mercado para identificar possibilidades de se destacar

Dicas para vender chocolate – Roldão

Como você pode notar nos dados indicados no início deste artigo, o mercado de chocolate tem grande potencial de faturamento. Porém, ao mesmo tempo, isso significa que você vai encontrar bastante competição!

Portanto, para ter sucesso em empreendimentos nessa área, é importante pesquisar muito sobre a região em que você vai atuar e sobre as tendências deste setor.

Estude e analise informações como, por exemplo:

– Quais são as tendências em alta em termos de sabores, combinações, texturas etc.;
– De que forma essas tendências e novidades estão sendo atendidas na sua região – e se existe oportunidade para você se destacar trazendo alguma inovação ou produto diferente;
– Quais são os negócios de chocolate que já atuam na região em que você pretende trabalhar;
– Que tipo de produtos e variações de sabores eles vendem;
– Quais são as grandes novidades do mercado de chocolate.

Por exemplo:

Você sabia que cada vez mais os consumidores valorizam chocolates artesanais? Sabendo disso, ao oferecer alternativas mais caseiras você poderá se destacar perante os negócios que só vendem chocolate industrializado.

Clique aqui e confira um estudo sobre as principais tendências no mercado de chocolate no Brasil. 

Leia também!

4 vantagens estratégicas das microempresas

 

Dica #5 para quem quer vender chocolate, trufas e bombons:
Invista na sua capacitação

Como vender chocolate

Seja qual for a área em que você deseja empreender, capacitação é algo fundamental. Em negócios de chocolate, trufas, bombons e afins não é diferente!

Aqui, estamos falando de dois tipos de capacitação:

a) Treinamento especializado na área de chocolates

Quanto mais conhecimento você tiver sobre o processo de fabricação e manipulação de chocolate, mais preparado estará não somente para gerenciar as operações de produção como também para identificar oportunidades de inovação e crescimento no mercado.

Clique aqui e confira um curso de Formação Básica em Chocolataria do Senac São Paulo.

Leia também!

Como temperar chocolate: passo a passo de diferentes técnicas de temperagem

b) Treinamento focado em gestão

Mesmo que você seja um especialista na área de chocolates, vai precisar de conhecimento sobre gestão para ter sucesso na venda desses produtos. Portanto, faça cursos e workshops que o ajudem a entender melhor quais são as habilidades necessárias para gerenciar uma empresa de forma eficiente.

Clique aqui e confira cursos de administração e empreendedorismo do Sebrae-SP.

Dica #6 para quem quer vender chocolate, trufas e bombons:
Crie um plano de negócios

Plano de negócios

Essa é outra etapa crucial para o sucesso em negócios de qualquer segmento. Desenvolver um plano de negócios vai ajudá-lo a:

– Entender melhor o que você quer alcançar com a sua empresa;
– Identificar seus pontos fortes e fracos;
– Descobrir oportunidades de mercado;
– Definir seus objetivos – e o que é preciso fazer para alcançá-los. 

Com essas informações em mãos, você estará muito mais capacitado para faturar muito vendendo produtos de chocolate.

Clique aqui e confira um passo a passo completo para criar o seu plano de negócios. 

Dica #7 para quem quer vender chocolate, trufas e bombons:
Pense nas ações de marketing

Marketing para vender chocolate

O chocolate é uma paixão nacional. Porém, isso não quer dizer que apenas ter um negócio nesse setor é garantia de faturamento na certa. Para vender chocolate, você vai precisar criar ações de marketing que atraiam e conquistem os consumidores.

Especialmente se é um negócio novo, é crucial pensar em como você vai divulgar sua marca e chamar a atenção dos clientes para comprarem da sua empresa.

Estas são algumas estratégias que podem ser muito eficientes para isso:

– Faça uma promoção de lançamento;
– Distribua amostras grátis;
– Crie perfis nas redes sociais e poste informações por lá;
– Distribua flyers na sua região;
– Peça a indicação dos clientes;
– Divulgue seus produtos nos escritórios próximos à sua loja (ou à sua fábrica);
– Participe de eventos gastronômicos;
– Invista em sabores e embalagens diferenciadas.

Leia também!

5 ações baratas para impulsionar seu negócio
5 dicas de marketing nas redes sociais para bares e restaurantes

Recapitulando!

Portanto, nossas dicas para quem quer começar a vender chocolate, trufas, bombons e afins são estas:

  1. Defina o tipo de operação;
  2. Avalie a estrutura física e os equipamentos necessários;
  3. Planeje seus investimentos;
  4. Estudo o mercado para identificar possibilidades de se destacar;
  5. Invista na sua capacitação;
  6. Crie um plano de negócios;
  7. Pense nas ações de marketing.

Boas dicas, não é mesmo?

Agora, é com você! Use essas informações para iniciar com sucesso a sua empreitada.

Conte com o Roldão para abastecer seu negócio e ajudá-lo com dicas sobre gestão e marketing.

Sucesso!

Imagens: Envato Elements

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

VEJA TAMBÉM

Cadastre-se e receba conteúdo exclusivo para você, sua casa ou seu negócio.

linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram