Como se cadastrar no iFood e alavancar suas vendas no delivery

“Como se cadastrar no iFood?” 

Essa é uma pergunta que muitos empreendedores do mercado de food service se fazem diariamente no Brasil. Afinal, atualmente, o iFood é o principal aplicativo de delivery de comida no país e, portanto, um importante canal de venda para restaurantes, pizzarias, hamburguerias, e assim por diante.

Siga a leitura, conheça o caminho que você precisa percorrer para poder começar a vender pelo iFood, descubra as vantagens e desvantagens de se atuar nessa plataforma e saiba o que analisar na sua decisão de vender ou não por aplicativos de delivery.

Além disso, descubra algumas ações que você pode realizar para destacar seu negócio nesse canal e alavancar suas vendas no delivery.

Vamos lá?

Dicas sobre como oferecer delivery de comida

Antes de entrar nas dicas práticas sobre como se cadastrar no iFood, recomendamos que leia o artigo que ensina como seu negócio pode oferecer o serviço de entrega de alimentos. Nele, você aprenderá quais são os passos fundamentais para estruturar um sistema de delivery. Está aqui: Como oferecer delivery de comida – dicas para pequenos negócios se adaptarem ao isolamento social

O que é iFood?

iFood é o principal aplicativo de delivery de comida do Brasil. 

Para você ter uma ideia, só em novembro de 2019, 26,6 milhões de pedidos foram feitos pelo app. Além disso, mais de 130 mil negócios oferecem seus produtos nessa plataforma. Ou seja, não dá para negar o potencial da ferramenta.

Como se cadastrar no iFood: perguntas e respostas

Está pensando em cadastrar seu negócio no iFood, mas não saber por onde começar e ainda está em dúvida se vale a pena ou não? Está na hora de descobrir! 

Quais são os requisitos básicos para cadastrar restaurante no iFood?

Como se cadastrar no iFood – Requisitos básicos para cadastrar restaurante no iFood

Algumas das principais dúvidas em relação ao cadastro iFood – especialmente de pequenos empresários – estão relacionadas aos requisitos básicos para atuar na plataforma. 

Ou seja, são questões como, por exemplo:

– É preciso ter CNPJ para se cadastrar no iFood?
– MEI pode se cadastrar no iFood?
– Pessoa física pode vender no iFood? 

As respostas são:

✅  Sim, é indispensável ter CNPJ para atuar no iFood;

✅  Sim, microempreendedores individuais podem se cadastrar no iFood;

❌  Ou seja, pessoas físicas não podem vender pela plataforma.

Por isso, caso você tenha um micronegócio e atue de maneira informal, essa talvez seja a hora de pensar em formalizar sua empresa e fazer seu cadastro como MEI – que não custa nada e pode ser feito pela internet. Explicamos o passo a passo neste artigo:

MEI: o que é, como funciona e quais são os direitos e deveres de quem é microempreendedor individual 

Além do CNPJ, estes são outros requisitos importantes para vender no iFood:

📲  Ter uma internet estável e de alta velocidade;

💻  Computador com acesso à internet;

🛵  Possuir uma equipe de entregadores e veículos (caso opte por fazer entrega própria);

🧑‍💻  Ter um profissional ou uma equipe para atender e reunir os pedidos vindos por esse canal.

Como funcionam os planos, as mensalidades e a taxa iFood?

Como funcionam os planos, as mensalidades e a Taxa iFood

A primeira coisa que deve ter passado por sua mente ao pensar em se cadastrar no app deve ter sido “Quanto a plataforma cobra? Quanto gastarei por mês?”. Acertamos?

Pois saiba que a resposta a essa questão varia de acordo com sua estrutura e com o plano que você escolher.

O iFood oferece dois planos:

✅  Plano iFood Básico

– Mensalidade de R$ 100, se vender mais de R$ 1.800 por mês;
– Nesse plano, o restaurante fica responsável pela entrega. Ou seja, é preciso ter um ou mais entregadores e veículos para fazer a entrega dos seus pedidos;
– Nessa modalidade, o iFood cobra 12% sobre o valor dos pedidos, incluindo a taxa de entrega;
– Além disso, há uma tarifa de 3,5% sobre os pagamentos realizados pelo aplicativo. 

✅  Plano iFood Entrega

– Mensalidade de R$ 130, se vender mais de R$ 1.800 por mês;
– Esse plano é o ideal para os restaurantes que não possuem serviço de entrega próprio;
– Nessa modalidade, o delivery é feito pelo time de entregadores cadastrados na plataforma;
– Quem atua nesse plano paga para o iFood 27% sobre o valor dos pedidos. 

Quais informações são solicitadas na hora do cadastro iFood?Quais informações são solicitadas na hora do cadastro iFood

Estes são os primeiros passos do cadastro iFood: 

  1. Acesse o site: restaurante.ifood.com.br;
  2. Na caixa de cadastro, informe seu nome, e-mail, telefone para contato e clique em “Começar o cadastro iFood”;
  3. Você será direcionado para uma página em que terá que informar dados como, por exemplo: CNPJ; razão social; nome do restaurante; telefone, endereço; especialidade do restaurante e se possui ou não serviço de entrega;
  4. Após preencher essas informações e clicar em “Continuar”, você terá que escolher o plano de mensalidade desejado.

Na segunda etapa do cadastro iFood, você precisará configurar suas operações, informando dados como, por exemplo:

💲  Formas de pagamento que aceitará;

🕗  Horários de funcionamento;

🍔  Itens do cardápio – com informações e fotos.

Depois disso, você será direcionado ao sistema Gestor de Pedidos, onde irá realizar um tour obrigatório pela ferramenta para aprender a receber os pedidos pelo iFood.

Após concluir essa etapa, você já poderá começar a vender no iFood!

Como funcionam os pagamentos e as transações financeiras no iFood?

Os clientes podem realizar o pagamento online por meio da plataforma – seja por cartão de crédito, de débito, Paypal, cartão iFood (disponibilizado para empresas) e até mesmo vale alimentação.

Além disso, há a possibilidade de o restaurante oferecer pagamento em dinheiro e cheque – dessa forma, o pagamento é feito na hora da entrega.

Os restaurantes recebem os pagamentos dos pedidos feitos pelo app via transferência bancária em até 30 dias.

Vantagens e desvantagens do iFood para restaurantes

Vantagens e desvantagens de vender no iFood

Agora que você já sabe como se cadastrar no iFood, é importante conhecer as vantagens e desvantagens de oferecer seus produtos por essa plataforma.

👍  Vantagens do iFood 

  • Seu restaurante ficará exposto para todos os usuários do aplicativo na sua região. Ou seja, essa é uma excelente maneira de divulgar seu negócio e alcançar os consumidores justamente no momento em que eles estão mais dispostos a comprar do seu estabelecimento – quando estão com fome e buscam opções de alimentação na região onde estão.
  • Caso você ainda não trabalhe com delivery, contar com os entregadores da plataforma é uma maneira prática de conseguir oferecer esse serviço mesmo tendo uma operação pequena.
  • Além disso, se você não precisar depender de entregadores próprios, irá economizar com o pagamento desses profissionais e também com a manutenção dos veículos.
  • Ao atuar nessa plataforma, você e o cliente poderão acompanhar a trajetória da entrega via GPS. Essa é uma vantagem e tanto para se oferecer ao seu público.
  • Você poderá expandir as formas de pagamento aceitas. Mesmo que seu negócio não tenha sistemas de pagamento digitais, os clientes poderão pagar online por meio do próprio iFood.
  • Tem ainda o fato de que, por meio das avaliações deixadas no aplicativo sobre seus produtos e serviços, sua marca poderá ficar em destaque e atrair mais clientes.

🤔  Desvantagens do iFood

  • A taxa cobrada pela plataforma é uma desvantagem, especialmente se você possui uma operação pequena e pouco fluxo de caixa. Portanto, é importante fazer um planejamento financeiro para evitar ficar no prejuízo por conta das tarifas de entrega e serviço do iFood.
  • Outra questão que pode ser inconveniente é que, se depender dos entregadores da plataforma, em alguns momentos, de acordo com a demanda e o número de profissionais, pode ser que não haja nenhum entregador disponível em sua região.

Leia também!

Gestão financeira para MEI e profissionais autônomos

O que avaliar na hora de decidir se deve ou não vender pelo iFood

5 dicas para destacar seu negócio no iFood e alavancar suas vendas pelo app

Como você pode perceber, vender no iFood pode gerar economias para o seu negócio – como pagamento de entregadores e manutenção de veículos. Por outro lado, esse serviço também gera gastos – como tarifas cobradas sobre cada pedido feito pelo canal. 

Então, é fundamental que antes de passar a oferecer seus produtos e serviços via iFood, você faça as seguintes análises:

🛵  Possui serviço de entrega própria? Então, talvez a melhor alternativa seja começar atuando no plano básico e, se a demanda aumentar, contratar o plano com entregadores extras via aplicativo.

🚴‍♂️  Não tem condições de pagar o Plano iFood Entrega no momento? Considere começar com o plano básico, entregando via bicicleta, apenas no seu bairro. Em muitos casos, pode valer mais a pena pagar um entregador autônomo para fazer essas entregas do que arcar com as taxas da plataforma.

No fim, as opções são:

  • Pagar taxas extras no iFood para poder contar com os entregadores cadastrados na plataforma;
  • Arcar com o custo de profissionais e da manutenção de veículos para ter um sistema de entrega próprio.

O que vai valer mais a pena para seu restaurante vai depender do seu capital, fluxo de caixa e também demanda de pedidos.

📝  Portanto, nossa sugestão é que você faça o seguinte exercício:

– Considere um cenário superpositivo, com o máximo de entregas que você poderia realizar pelo app;
– Depois, pense em um cenário muito ruim, com o pior número de entregas que seu negócio poderia ter por meio da plataforma;
– Agora, faça as contas de quanto você gastaria e quanto ganharia (com base nas taxas cobradas pelo iFood) nesses dois cenários;
– Dessa forma, você terá uma noção mais clara de quanto terá que ter em caixa para começar a operar no delivery por esse app; além de também entender se vale mesmo a pena para sua empresa. 

5 dicas para destacar seu negócio no iFood e alavancar suas vendas no delivery

Até aqui, você: 

  • Descobriu como se cadastrar no iFood; 
  • Conheceu as vantagens e as desvantagens do iFood para restaurantes; 
  • Entendeu o que deve levar em conta na hora de tomar essa decisão.

Tudo o isso o convenceu a iniciar essa jornada?

Então, está na hora de saber como deixar sua marca em evidência no iFood e, assim, aumentar suas chances de sucesso na plataforma.

Aqui vão nossas dicas para isso!

1) Capriche nas fotos

Como se cadastrar no iFood – Capriche nas fotos

Ao pedir comida pela internet, a foto é a única maneira de o cliente avaliar o prato. Portanto, é importante que as imagens sejam de alta qualidade e que representem verdadeiramente aquele produto (nada de divulgar uma imagem superproduzida e acabar decepcionando o cliente na entrega!).

Ter fotos bonitas, que ajudem o consumidor a avaliar com clareza o produto, pode fazer toda a diferença entre ele se interessar no seu menu ou ir procurar outras opções no iFood.

2) Seja claro e criativo na descrição

Dicas sobre como se cadastrar no iFood

Outra questão importante para que os usuários do aplicativo se interessem pelo seu menu no iFood é a forma como você comunica seus pratos. Quanto mais você detalhar os ingredientes e o modo de preparo dos seus produtos, mais os consumidores ficarão interessados e confiantes para realizar o pedido do seu produto pela plataforma.

Uma ideia interessante é utilizar a criatividade para nomear as opções do seu cardápio. Ter um nome diferente para o seu hambúrguer, pizza ou outro prato, pode ser o que vai fazer o consumidor se lembrar da sua marca quando retornar ao app para fazer mais pedidos.

Leia também!

Como atender os desejos de veganos e vegetarianos em sua hamburgueria

3) Preze pela qualidade dos seus produtos

Dicas sobre como se cadastrar no iFood – Preze pela qualidade dos seus produtos

Cuidado no preparo, excelência dos ingredientes, escolha da embalagem ideal. Tudo isso (e muito mais, aliás!) impacta na qualidade dos pedidos que chegam aos clientes e, consequentemente, na satisfação deles e na avaliação que eles deixarão no app.

Por que isso é importante?

Porque o iFood disponibiliza filtros para que o consumidor selecione os restaurantes mais bem avaliados em uma região. Sendo assim, se você quer ter boas avaliações e estar entre os negócios em destaque na plataforma, precisa garantir a qualidade máxima dos pedidos.

Leia também!

Embalagens para delivery: como escolher as melhores opções para seu serviço de entrega

4) Agilidade é fundamental

Dicas sobre como se cadastrar no iFood – Lembre que agilidade é fundamental

A pontualidade nas entregas é outro fator que influencia diretamente a visão dos consumidores sobre seu negócio – e, consequentemente, também tem o poder de gerar comentários positivos ou negativos sobre sua marca.

Além de garantir a qualidade total dos produtos, ter agilidade na produção para que a entrega não atrase é fundamental para se destacar no iFood e vender mais.

5) Responda os comentários

Dicas sobre como se cadastrar no iFood – Responda os comentários

Por meio das avaliações, os usuários do iFood deixam suas impressões (boas e ruins) sobre os restaurantes e pratos escolhidos.

Isso é importante porque:

👉  Primeiro, o iFood deixa em destaque os restaurantes mais bem avaliados. Inclusive, a plataforma tem um selo chamado Super Restaurante, que indica que aquele estabelecimento é muito bem avaliado em termos de qualidade dos produtos e atendimento.

👉  Além disso, os consumidores usam essas avaliações para tomar suas decisões de compra nessa plataforma. Sendo assim, boas avaliações do seu negócio no iFood são sinônimo de mais vendas!

É por isso que você precisa dedicar um tempo para responder as reclamações e os elogios que os clientes deixam no app. Além de aprender mais sobre as áreas em que seu negócio pode melhorar, essa é uma forma de se aproximar do seu público e mostrar que você está presente e disposto a ajudá-lo.

Mais dicas para aumentar suas vendas no delivery!

Agora, é com você!

Esperamos que essas informações o ajudem a tomar sua decisão sobre atuar ou não no iFood e também facilitem seu trabalho de cadastro e atuação nessa plataforma.

Sucesso!

Imagens: Envato Elements e rawpixel.com

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

VEJA TAMBÉM

Cadastre-se e receba conteúdo exclusivo para você, sua casa ou seu negócio.

linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram