COVID-19: Guia para manter seu negócio ativo durante a quarentena contra o coronavírus

A pandemia do novo coronavírus desenhou um cenário inédito, inesperado e que está impactando a vida de milhões de pessoas e empresas no Brasil e no mundo. No mercado de food service, a quarentena imposta em diversos lugares para frear o crescimento do número de casos da COVID-19 tem deixado gestores de bares, restaurantes, lanchonetes e afins preocupados. Afinal, sem poder operar do jeito que sempre fizeram, eles não sabem como será o amanhã… 

Você também se sente assim? Estamos aqui para ajudá-lo!

Sabemos que esse é um período difícil. Porém, nem tudo está perdido. Nesse momento, fazer ajustes no seu modelo de negócio é fundamental não somente para sobreviver à crise, como também para conseguir se recuperar depois que ela passar.

Com isso em mente, listamos neste artigo algumas ideias para você adaptar seu negócio levando em conta três fatores:

  • As categorias de entrega em domicílio que você pode oferecer;
  • Os modelos de produtos que seu negócio pode ofertar – considerando a situação atual dos seus clientes;
  • Os diferentes públicos que podem se beneficiar de ajustes no seu modelo de atuação.

Ou seja, tudo o que você precisa para adequar seu negócio ao momento atual e não deixar a roda parar de girar enquanto a quarentena ainda estiver vigente!

Vamos lá? 

Públicos e necessidades que você pode atender durante a quarentena contra o novo coronavírus

Antes de tudo, pense em como muitas pessoas estão tendo necessidades especiais nesse momento. As demandas de um cliente que você costumava receber em seu estabelecimento, por exemplo, são diferentes agora que ele está trabalhando de casa. Concorda?

É por isso que para adequar seu modelo de negócio ao cenário atual, você precisa analisar o perfil e as necessidades do seu público nesse momento de quarentena. Assim, ficará mais claro quais são as adaptações que você precisará fazer.

Estes são alguns dos públicos que você deve levar em consideração nessa análise:

1) Profissionais trabalhando de casa

COVID-19 – Guia para manter seu negócio ativo durante a quarentena contra o coronavírus

Praticidade e rapidez continuam sendo demandas importantes para a alimentação de profissionais – mesmo com eles trabalhando em casa. Afinal, ainda que estejam em casa, pode ser que eles não queiram gastar metade do intervalo de almoço preparando sua comida e lavando louças.

Nesse sentido, você pode oferecer soluções rápidas para alimentação desses profissionais atuando em home office.

Se você tem os contatos de seus clientes que se encaixam nessa categoria, é possível, por exemplo, programar uma comunicação via WhatsApp para mostrar a eles que vocês adaptaram suas operações para continuar atendendo neste período. Porém, para que essa ação funcione, você precisa respeitar as regras de bom senso e cuidar para não exagerar na dose de contatos, pois ninguém gosta de spam.

Dica!

Entre em contato com as empresas e os profissionais que frequentavam seu estabelecimento e ofereça serviços de entrega de alimentos em domicílio.

2) Famílias com crianças e adolescentes em casa

Guia para manter seu negócio ativo durante a quarentena contra o coronavírus – COVID-19

Outra questão importante a se levar em conta nesse momento é que escolas estão fechadas em boa parte do país. Portanto, muitas famílias estão com crianças e adolescentes em casa durante a quarentena. Se juntar a possibilidade de que os pais estão em home office, dá para imaginar a confusão e o trabalho extra, não é mesmo?

Então, esse é outro público que você pode ajudar ao oferecer alimentos prontos para delivery.

As mães e os pais que não têm tempo para preparar almoço e/ou jantar estarão muito interessados em pedir comida de maneira rápida e prática. Seu negócio está preparado para atender essa necessidade?

Dica!

Faça pacotes especiais para pedidos “tamanho família”. Nesse sentido, é possível, por exemplo: 

1) Oferecer um brinde extra. Exemplo: “Na compra de duas pizzas, ganhe uma pizza doce”;
2) Dar desconto para pedidos maiores. Exemplo: “20% de desconto na compra de cinco hambúrgueres ou mais”;
3) Criar um plano especial para pedidos frequentes. Exemplo: “Faça o plano mensal para recebimento diário de marmita para o almoço e economize R$ 50”. 

3) Pessoas no grupo de risco

COVID-19 – Saiba como manter seu negócio ativo durante a quarentena contra o novo coronavírus

Algumas pessoas são mais vulneráveis ao novo coronavírus. Quem tem mais de 60 anos, é hipertenso, diabético ou possui problemas respiratório e doenças autoimunes está no chamado grupo de risco. Uma vez infectadas, essas pessoas têm muito mais chance de desenvolver complicações.

Esse, portanto, é um público que deve levar ainda mais a sério a necessidade de isolamento social. 

Aqui vão algumas ideias para você adaptar seus serviços de entrega às necessidades dessas pessoas:

– Quando for entregar o alimento, informe que o entregador vai deixar o pacote na porta, tocar a campainha e se afastar. Assim, evita-se o contato direto;
– Faça um plano especial para quem desejar receber seus produtos todos os dias;
– Considere ter um entregador exclusivo para os clientes que fazem parte do grupo de risco.

Dica!

Ajude esse público a enfrentar o período de isolamento social enviando algum mimo ou brinde. Pode ser, por exemplo, um bilhete escrito à mão, uma sobremesa ou um biscoito caseiro. Mostre que seu negócio está longe, mas está junto com eles nesse momento.

4) Seus clientes fiéis

Dicas para manter seu negócio ativo durante a quarentena contra o novo coronavírus

Por fim, é importante manter contato com seus clientes fiéis durante a quarentena. Pense bem: essas pessoas já demonstraram que gostam dos seus produtos e do seu serviço. Então, é bem provável que estejam interessadas em receber seus itens em casa. 

Para isso, você pode, por exemplo:

– Enviar e-mails com seu cardápio para delivery;
– Informar seus canais de pedido – apps, WhatsApp, telefone etc.
– Telefonar para seus clientes mais frequentes, perguntar como estão as coisas e oferecer sua ajuda e seus serviços;
– Publicar as mudanças de cardápio e seus serviços de entrega nas redes sociais.

Saiba mais!

Recentemente, publicamos um artigo com dicas pensadas especialmente para ajudá-lo a preservar o relacionamento com seus clientes fiéis nesse período. Confira: Como manter contato com seus clientes fiéis durante a quarentena

Como e onde atender os clientes durante a quarentena contra o novo coronavírus

Dicas para manter seu negócio ativo durante a quarentena contra o novo coronavírus

A maneira mais segura e responsável de atender seus clientes durante a quarentena é por meio da entrega em domicílio. Existem três possibilidades de receber pedidos para delivery:

1) Aplicativos de delivery – como, por exemplo, Uber, Rappi, iFood etc.

Essas ferramentas são muito práticas e ajudam a expor seu negócio justamente para consumidores que estão em busca de delivery de comida. Porém, elas possuem uma taxa de serviço para cada entrega. Portanto, antes de optar por utilizá-las, verifique como isso pode afetar seu orçamento e seu preço.

Leia também!

Embalagens para alimentos: como escolher a melhor opção para o seu produto

2) Aplicativos de mensagem – WhatsApp, Facebook Messenger, Telegram

Esses canais são uma forma prática e barata de receber o pedido dos consumidores. Contudo, para que isso funcione, você precisará divulgar seu contato entre seus clientes e em outros canais digitais – como anúncios web e nas redes sociais.

3) O bom e velho telefone 

Muita gente ainda prefere telefonar para o estabelecimento para pedir comida. Portanto, se você disponibilizar um número para receber os pedidos, atenderá a demanda desse público. No entanto, assim como o contato dos aplicativos de mensagem, você também precisará se preocupar em divulgar essa informação.

Já em relação às opções de modelo de entrega, existem dois caminhos, que estão diretamente relacionados aos canais que você escolher para a realização de pedido:

a) Digamos, por exemplo, que você optou por usar aplicativos. Então, vai precisar contar com uma rede de entregadores freelancers para fazer a entrega dos seus produtos;

b) Se optar por receber pedidos em outros canais online ou por telefone, você precisará de um ou mais entregadores para fazer seu delivery. 

Leia também!

Já escrevemos um artigo completo com dicas sobre como oferecer delivery em seu estabelecimento. Confira: Como oferecer delivery de comida – dicas para pequenos negócios se adaptarem ao isolamento social 

Delivery: invista em diferentes modelos para a entrega de alimentos para o período de quarentena

Outra questão que você precisa considerar nesse momento é como adaptar o seu menu para a quarentena. Leve em consideração que talvez seja preciso ajustar seus produtos para atender as necessidades específicas dos consumidores em isolamento social. 

Aqui vão algumas ideias nesse sentido:

1) Venda de marmitas prontas

Embalagens para alimentos: como escolher a melhor opção para o seu produto

Algumas pessoas não sabem cozinhar. Outras, não gostam. E há também aquelas que sabem cozinhar, mas, de vez em quando, querem algo prático e rápido. Seja qual for o caso, uma marmita com comida pronta para ser saboreada é uma ótima opção. 

Portanto, pense em formas de adaptar as opções de alimentos que você geralmente oferece em seu estabelecimento para esse modelo de serviço.

Por exemplo:

– Seu menu tem opções separadas de salada, batata frita e quibe? Então, por que não juntar esses itens e montar uma marmitex?

– Se você vende um tipo de produto – por exemplo, hambúrgueres –, também pode pensar em adaptar o cardápio para delivery de quentinhas. Que tal oferecer, além do lanche tradicional com pão, uma marmita com hambúrguer, batata frita e salada?

2) Venda de produtos para “montar” em casa

Outra ideia interessante para adequar seu estabelecimento a esse momento é oferecendo produtos semiprontos. Na prática, funciona assim: o cliente faz o pedido e recebe em casa os itens para montar o prato do jeito que quiser 

Essa é uma opção especialmente interessante para produtos que são sensíveis ao transporte. Além disso, você estará oferecendo a possibilidade de o cliente personalizar o prato e ter uma experiência diferenciada com ele.

Aqui vão algumas ideias para colocar essa ação em prática:

– Que tal vender a massa da pizza e os elementos separados para montagem e preparação final na casa do cliente?;
– Se você vende, por exemplo, cachorro-quente ou hambúrguer, também pode oferecer os pães e os ingredientes extras separados, para o cliente montar o lanche em casa;
– Para negócios que vendem bolos, uma ideia interessante é vender o cupcake e a cobertura separados. Assim, o cliente pode montar o doce na hora de comer.

Tome nota!

Muitos dos seus clientes estão com crianças em casa durante a quarentena. Essas opções de pratos para montagem podem ser uma atividade divertida para se fazer em família nesse momento.

3) Venda de produtos em maior volume

Dicas para adaptar seu negócio à quarentena do novo coronavírus

Você também pode adaptar seu negócio para atender as necessidades dos clientes no longo prazo. Assim, além de oferecer opções de alimentação pontuais, seu estabelecimento ajudará a abastecer o lar dos consumidores por mais tempo. 

Uma maneira de fazer isso é oferecendo a possibilidade de as pessoas comprarem seus produtos em maiores quantidades.

Por exemplo:

– Uma família com várias crianças em casa pode se interessar em comprar uma caixa com pães e os seus hambúrgueres congelados para fazer durante a semana;
– Da mesma forma, pessoas do grupo de risco que estão em isolamento social terão interesse em receber marmitas congeladas para a semana toda. Afinal, assim, diminui-se a frequência de contato;
– Que tal vender a massa da sua pizza congelada junto com potes do seu molho para que os clientes possam saboreá-la várias vezes ao longo do próximo mês?

Acredite: são ações simples, mas que podem ajudá-lo a manter seu negócio ativo e, consequentemente, tendo lucro nesse momento.

Então, recapitulando, estas são as dicas sobre como empresas de food service podem adequar seus serviços e produtos para a quarentena:

1) Analise as necessidades especiais dos diferentes públicos que pode atender durante a quarentena

Profissionais em home office; famílias com crianças em casa; pessoas no grupo de risco e seus clientes fiéis são alguns dos grupos de clientes que poderão se beneficiar com a entrega de seus produtos.

2) Defina o modelo de coleta de pedidos dos clientes e de entrega – aplicativos de delivery, aplicativos de mensagens ou telefone

Leve em conta o perfil do seu público e também a estrutura e os recursos disponíveis em sua empresa. Se, por exemplo, você possui veículos (carro, moto ou bicicleta) para entrega, pode optar por receber os pedidos diretamente – assim, economiza com as taxas cobradas pelos apps de delivery.

3) Pense em como adaptar seu cardápio para atender às diferentes necessidades das pessoas em quarentena

Há, por exemplo, a possibilidade de vender marmitas, de vender itens separados para o cliente montar ou mesmo vender seus produtos em maiores quantidades.

Mãos à obra!

Dias melhores virão. Isso vai passar. E nós vamos juntos com você!

Sucesso!

Imagens: Background photo created by freepik - www.freepik.com, Envato Elements,

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

VEJA TAMBÉM

Cadastre-se e receba conteúdo exclusivo para você, sua casa ou seu negócio.

linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram